Voluntários do ICC recolhem 250kg de lixo em São Sebastião

Somente na Praia Brava, ao lado de Boiçucanga, foram recolhidos cerca de 150 quilos de resíduos.

O Instituto Conservação Costeira (ICC) de São Sebastião participou neste sábado (19) do Dia Mundial de Limpeza de Rios e Praias em diversas localidades do município. Voluntários realizaram a coleta nas praias Brava (de Boiçucanga) e Baleia, esta última em parceria com a Sabaleia (Sociedade Amigos da Praia da Baleia), além do mangue de Barra do Sahy e na APA (Área de Proteção Ambiental) Sahy/Baleia. No total foram recolhidos 250 quilos de lixo, entre garrafas pet, latas de cerveja, isopores, sacos plásticos e embalagens em geral.

Somente na Praia Brava, cuja ação contou com a atuação do gestor do Núcleo São Sebastião do Parque Estadual da Serra do Mar, Ricardo Romero, foram recolhidos cerca de 150 quilos de lixo. "Os monitores ambientais realizaram um ótimo trabalho juntamente com o gestor do Parque e em pouco tempo mudaram a cara da Praia Brava", disse o engenheiro agrônomo André Motta Waetge, do ICC.

No mangue da APA Baleia/Sahy as atividades começaram a partir das 6h, com a coordenação do chefe da Defesa Civil de São Sebastião, Carlos Eduardo dos Santos, o Carlão. No local, uma cena chamou a atenção. "Um mangue nasceu de uma lata de refrigerante, mostrando que mesmo com interferência do homem no meio ambiente, realizando o depósito de lixo de todas as espécies, a natureza dá mostras de que ela quer e tem forças para sobreviver", comemorou a presidente do ICC, Fernanda Carbonelli.

Na semana passada, o ICC deu mais um exemplo de preservação da natureza. Um trecho da Praia da Baleia foi beneficiado com o plantio de aproximadamente 1000 mudas de vegetação nativa típica de Jundu. A ideia é que toda a área antropizada da praia ganhe cada vez mais com este tipo de ação que envolve a preservação da praia, conscientização ambiental e uma espécie de contrapartida dos proprietários que construíram do outro lado da avenida. O projeto é pioneiro e pode ser estendido por vários trechos da praia ainda não edificados.

Fonte: Instituto de Conservação Costeira

Featured Posts
Recent Posts
Archive
Search By Tags
Follow Us
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square